segunda-feira, 6 de junho de 2011

Conolon nacional de volta em dose dupla

 

bau

Confesso que a saudade já se tinha instalado. É sempre um prazer construir canas com blanks de origem nacional ainda mais agora que pude ver onde e como são fabricados com direito a visita guiada. Obrigado Jorge!

Foi por isso que recebi estas duas encomendas com uma enorme satisfação e que sem mais delongas vos vou mostrar. 

Filipe “Baú” Santos de seu nome e apelido é o proprietário da primeira. Rapaz bem desenvolvido (como o apelido indica) e extremamente bem disposto e de ideias claras, simples e concretas: pretendia uma cana verde construída com um blank de conolon nacional com 3,00m divididos por duas partes mais a ponteira, passadores Fuji K, porta carretos em grafite e um baú no gráfico. E aqui está ela.

Cabo em cortiça portuguesa (já por ai anda muita coisa parecida) e batente de alumínio com a base em borracha.

bau-grip 

bau-butt

Porta carretos em grafite preto com terminais em alumínio e com um “hook keeper” do mesmo material.

bau-hookkeeper

No gráfico um baú, o nome do cliente e os habituais logos e indicações técnicas. Tudo isto com um fundo feito com tábuas verdes. Os enrolamentos são compostos por um efeito marmóreo em preto e verde metálico de dois tons diferentes que ao sol ganha vida e rematado por três pequenas riscas em verde fluo, verde escuro e branco.

bau-graphic

bau-graphic1

bau-graphic2

Passadores Fuji K com o mesmo enrolamento acima descrito.

bau-guide

Uma cana simples mas que vibra de cor e brilho quando exposta ao Sol.

 

A segunda menina que vos trago hoje foi um pedido especial de um cliente, Cesário Costa, que já pesca com uma Made in Portugal que pode ver aqui

Desta vez trazia um pedido muito especial: construir uma cana para o seu neto.

É sempre motivo de satisfação ver as gerações mais novas demonstrarem interesse pela pesca. E nada melhor para os entusiasmar que uma cana personalizada e única.

Neste caso concreto a cana deveria ter 1,70m, ser leve mas ao mesmo tempo suficientemente forte para levantar peixes de 2 ou 3 kg visto que a cana se destina a pescar na Ria de Aveiro. Com estas características só podia ser um blank de conolon nacional onde optei por fazer uma ponteira enxertada para conseguir uma maior sensibilidade sem lhe retirar potência.

Cabo em cortiça natural Portuguesa com inserção de alguns anéis de cortiça queimada e torneado com formas bastante suaves e com um batente em alumínio. 

cesario1-grip1

cesario1-grip

cesario1-butt

Porta carretos Fuji em grafite rematado com detalhes em alumínio.

cesario1-reelseat

A terminar o cabo uma peça de EVA com o remate em alumínio e com o primeiro enrolamento feito em dois tons de azul, branco e laranja.

cesario1-detail

O gráfico é constituído por uma imagem de um Robalo e o nome do aniversariante Afonso Costa Carvalho em cima de um fundo abstracto em tons de laranja.

cesario1-graphic

cesario1-graphic1

Passadores Fuji NOG a completarem a apresentação de uma pequena mas muito especial cana.

cesario1-guide1

cesario1-guide

Ao Afonso, embora com algum atraso, desejo que tenha muitos e bons anos para se divertir com esta prenda tão especial do Avô Cesário.

cesario1

Saudade saciada resta-me agora apressar o passo para que as próximas não demorem tanto a chegar aqui.