quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Cana de Surfcasting marafada!

 

marafa

Construir canas de Surfcasting é sempre um prazer acrescentado ao habitual.

Por ser a minha modalidade de eleição e por não serem encomendas tão frequentes como as de embarcada, faço-as sempre com uma pequena pitada extra de dedicação. Mas não me interpretem mal! Todas as minhas meninas são fruto de muita dedicação e muitas horas de trabalho.

Por estas razões foi com muito agrado que recebi a encomenda que o Filipe Cabeça me fez directamente de Portimão.

Com as ideias bem definidas acerca do que queria na cana, pediu para colocar um peixe “marafado” no gráfico acompanhado do nome “Marafa Peixe”,  enrolamentos em preto e dourado, porta carretos Fuji e passadores da mesma marca no modelo Low Rider, que mais tarde, por sugestão minha, passaram para os Fuji K. Nada de complicado… Pensava eu!

Fiquei curioso acerca do significado desta expressão tão utilizada no Algarve, ou melhor, fiquei “marafado” e fui à procura do seu significado. Muitos são os significados e difíceis de sintetizar aqui. Mas a melhor definição que encontrei foi a seguinte : Zangado; irritado; velhaco; malandro; dinâmico; activo; desinibido; estragado; desorganizado; desarrumado; difícil; árduo; enzainado; danado; enrèxado; o raça; com cara de poucos amigos. Esta definição encontrei-a num blogue com o mesmo nome, http://flyover-omarafado.blogspot.com, que me levou à origem da mesma num outro blogue algarvio, http://refoista.blogspot.com . Ambos se revelaram uma leitura engraçada e bem disposta.

Devidamente esclarecido e consciente daquilo que iria colocar na cana, dei início à construção. Com o cabo forrado com manga retráctil e porta carretos colado, resolvi fazer um enrolamento para experimentar algumas combinações e decidir qual seria mais marafada. Cedo percebi que o preto e o dourado não iriam fazer parte desta cana.

Depois de consultar o Filipe e de obter luz verde para fazer a cana com as cores à minha escolha, a construção encarrilou e o resultado final foi o que vou passar a mostrar.

O batente em alumínio  com a cabeça do peixe utilizado no gráfico e as iniciais da cana, M P. Um esqueleto de peixe remata o conjunto.

O cabo foi forrado com manga retráctil com um enrolamento feito em forma de diamante por baixo para uma melhor aderência e para proteger o “blank” dos habituais riscos que os suportes fazem nas canas.

marafabatente

marafabut

Porta carretos Fuji em grafite montado entre duas peças de alumínio e com os enrolamentos a rematar.

marafareelseat

O gráfico! Uma dor de cabeça com muitas horas de trabalho. O peixe marafado está lá, com uns dentes feitos por mim no Corel Draw,  no meio de uma água preta e em grande velocidade como se perseguisse uma presa. Por baixo de tudo isto, um fundo holográfico com formas circulares. Os habituais logos e características técnicas também marcam presença assim como o nome do cliente, de forma discreta a seu pedido.

marafagraphic

marafagraphic1

marafagraphic2

A escolha dos passadores recaiu nos Fuji K. Robustos, elegantes e com as porcelanas em Alconite. Tudo o que é necessário para garantir boas performances e durabilidade mesmo com alguns maus tratos e o uso de linhas multifilares. Os enrolamentos estão feitos com linha metalizada tamanho “A” com enrolamento por baixo do passador para evitar o contacto do mesmo com o “blank”, precavendo desta forma possíveis danos se por alguma razão o passador ficar lasso. As cores escolhidas foram o azul claro, dourado velho e cinzento escuro, uma combinação marafada para combinar com tudo o resto.

marafaguide

E está apresentada a minha primeira cana marafada!

De referir ainda que o Filipe gostou do resultado final e estou à espera de notícias da estreia da “Marafa Peixe”.

Entretanto, as canas para a pesca embarcada vão voltar em força mas logo seguidas por um fortíssimo contra ataque das de Surfcasting. Aguardem!